O guia completo do metaverso: estatísticas e tendências 2024

É muito possível que você já tenha ouvido falar em metaverso nos últimos meses, porém, você sabe exatamente do que se trata e como essa nova tecnologia pode transformar o nosso comportamento nos próximos anos? Pode acreditar, potencial para ditar uma grande mudança em todo o mundo é o que não falta para o metaverso. Quer saber por quê? Continue a leitura e entenda de uma vez por todas o que é metaverso, como ele funciona e tudo que você pode (ou poderá) fazer a partir dessa tecnologia.

Metaverso no mundo: números-chave

Confira abaixo as melhores opções para investimentos no Brasil em 2024:

enlight icon

As melhores opções para investimentos no Brasil em 2023

Mais de 1,7 bilhão de usuários de realidade aumentada até 2024

O número de usuários de realidade aumentada está crescendo exponencialmente em todo o mundo. Os dados publicados pelo Statista mostram que:

Fonte: Statista

Metaverso no Brasil: 80% nunca teve contato com a tecnologia

Mercado metaverso deve crescer exponencialmente até 2030

O mercado do metaverso está crescendo de forma constante e exponencial em todo o mundo: em 2020, seu valor era de US$ 478,7 bilhões. Em 2022, representa aproximadamente 650 bilhões de dólares e chegará a 783,3 bilhões de dólares em 2024. Em 2030, essas receitas poderão ultrapassar a marca de 5 trilhões de dólares.

Fonte: Bloomberg, relatório Mc Kinsey "Criação de valor no metaverso" para estimativas de 2030

Metaverso: o que é?

Metaverso significa uma espécie de mundo virtual que utiliza tecnologias como realidade aumentada, ambientes virtuais e hologramas para integrar o mundo real com o mundo digital de maneira imersiva.

Embora o ambiente seja virtual, no metaverso é possível vivenciar experiências reais a partir de avatares que simulam a presença humana dentro dos espaços digitais. Isso quer dizer que, em um futuro próximo, a interação com a internet será muito diferente da que vivenciamos atualmente, já que hoje utilizamos a internet para realizar algo e, no metaverso, será possível estar “dentro” dela.

Com os avatares criados para interagir no metaverso, atividades comuns realizadas no “mundo real” também poderão ser realizadas no universo virtual, como trabalhar, ir a uma loja, assistir um show e ter uma vida social muito parecida com a que já conhecemos, encontrando amigos e familiares em suas versões de avatares e mantendo uma vida social ativa também no mundo metaverso.

Como funciona o metaverso?

O principal objetivo do metaverso é conectar pessoas dentro do universo virtual para que seja possível ter experiências reais dentro de ambientes totalmente digitais. Para isso, tudo é possível criar no metaverso. Desde igrejas, até cervejas. Algumas tecnologias específicas são necessárias para criar os ambientes e projetar os avatares nessas imersões, como a realidade aumentada, realidade virtual, criptomoedas, NFT, blockchain e conexão 5. Isso porque, a tecnologia 4G não é suficiente para suportar o fluxo de dados gerados pelo metaverso.

A realidade aumentada é a base do metaverso, pois é com ela que a criação dos ambientes virtuais é feita. Sendo assim, o uso de dispositivos e sensores conectados com a internet das coisas é indispensável para a experiência no metaverso.

Já o NFT e as criptomoedas são as responsáveis pelas transações dentro do mundo metaverso. A moeda de troca no metaverso não existe na versão real e, por isso, as moedas digitais assumem esse papel para que seja possível comprar no universo virtual e o NFT para garantir a autenticidade das compras, atuando como um certificado de propriedade.

Bom saber

E para quem tem dúvidas sobre a segurança do metaverso, a tecnologia blockchain é utilizada para rastrear e validar todo o envio e recebimento de informações, bem como das transações em criptomoeda, garantindo a segurança dos dados e movimentações.

Como entrar no metaverso?

Embora o metaverso ainda não seja uma realidade popularizada, já é possível utilizar alguns aplicativos que utilizam o mesmo conceito, como os jogos, por exemplo. Assim como é feito nesses ambientes, alguns dispositivos específicos são necessários para acessar os ambientes virtuais, até porque, estamos falando em uma realidade paralela a que vivemos e o suporte da tecnologia é indispensável nesse momento.

Para ter acesso ao metaverso, é preciso ter uma conexão estável de internet. Além disso, a conexão deve ser em 5G para que todos os recursos sejam compatíveis e funcionem dentro do esperado.

Os óculos metaverso de realidade aumentada também são indispensáveis para garantir a imersão completa, entrar no metaverso e visualizar os ambientes virtuais, como joysticks que facilitarão o acesso aos elementos que surgem durante a imersão.

Cada ambiente possui um endereço virtual que pode ser acessado utilizando os dispositivos para iniciar a interação dos avatares no contexto, como igrejas, jogos, shows, entre outros. Embora atualmente esses dispositivos ainda não sejam muito acessíveis, a tendência é que com a popularização do metaverso, os recursos relacionados a ele se tornem mais disponíveis.

Metaverso e Facebook: qual é a relação entre eles?

Aos poucos, as empresas estão ganhando espaço dentro do metaverso, mesmo que poucas ações tenham tido destaque nesse ambiente ainda. E se estamos falando sobre empresas que estão investindo nessa área, certamente um nome que acredita no metaverso é Mark Zuckerberg.

Mark Zuckerberg, o fundador do Facebook, está atento às movimentações do metaverso muito antes desse conceito ganhar a forma que tem hoje. Além de mudar o nome da empresa de Facebook Inc., para Meta, a empresa comprou a marca Oculus VR, companhia que criou um dos modelos de óculos metaverso de realidade virtual para o metaverso.

Criptomoedas metaverso: quais são as moedas do metaverso?

As criptomoedas do metaverso são moedas digitais desenvolvidas para realizar transações dentro de ambientes virtuais nas plataformas do metaverso. Token do metaverso ou cripto do metaverso, como também são conhecidas, são as moedas de troca para realizar compras nesses ambientes, como também, fazer investimentos.

As principais criptomoedas do metaverso são:

Metaverso criptomoeda: onde comprar?

Uma das formas mais seguras para comprar criptomoeda do metaverso é por meio de uma exchange, ou seja, uma espécie de corretora especializada em compra e venda de criptoativos.

Nessas plataformas é possível comprar as principais criptomoedas em valorização e utilizá-las em jogos, como também em outras transações virtuais, como comprar terrenos e construir dentro do metaverso.

Uma dica para saber onde comprar criptomoeda do metaverso em segurança é utilizando portais que divulgam os principais índices do mercado e que divulgam o desempenho dos criptoativos por capitalização de mercado negociada em USD. Nomes como Mundo Bitcoin, Binance e Coinbase ganham destaque entre as principais exchanges do mercado.

Como investir no metaverso?

Por ser um mercado relativamente novo, para investir no metaverso é preciso muita cautela para não fazer maus investimentos e sair no prejuízo, mas para quem já tem experiência em investimentos, vale a pena olhar com atenção para as possibilidades de investir no metaverso, pois, embora seja um terreno novo já é altamente promissor.

Uma maneira de investir no metaverso é comprando ações de empresas que estão fortalecendo a presença nesse mercado, como é o caso do Meta, antiga Facebook Inc, Microsoft e Google, por exemplo. Para quem prefere investir em empresas brasileiras, o Itáu, Banco do Brasil, Renner e Ambev, por exemplo, também estão bem posicionadas no mundo virtual do metaverso e podem ser uma boa porta de entrada para os investidores.

Os fundos de investimentos e E-FTs também são caminhos interessantes para o investidor que deseja explorar o potencial que esse mercado tem apresentado. Outra forma é investir em criptoativos relacionados diretamente com projetos do metaverso, como é o caso dos tokens Decentraland (MANA), The Sandbox (SAND), Axie Infinity (AXS) e Star Atlas (ATLAS).

Confira abaixo as melhores opções para investimentos no Brasil em 2024:

enlight icon

As melhores opções para investimentos no Brasil em 2023

O que é igreja metaverso?

A promessa do metaverso é ser uma realidade paralela a essa que vivemos, sendo responsável pela evolução da internet que conhecemos atualmente. E se a ideia central é vivenciar experiência nesse novo ambiente, nada mais justo que oferecer situações em que as pessoas já estão habituadas a viver no mundo real.

A igreja metaverso é uma prova de que será possível levar os hábitos convencionais para o mundo virtual. A Lagoverso, versão virtual da Igreja Lagoinha Orlando Church, foi a primeira instituição religiosa brasileira a abrir as portas no metaverso para receber os avatares que buscam esse tipo de experiência.

Com o ambiente desenvolvido pela equipe de jogos digitais da instituição, o primeiro culto foi realizado em abril de 2022 pelo avatar do pastor responsável pela unidade e contou com a presença de mais de 150 pessoas representadas por seus avatares.

A realização dos cultos é feita utilizando uma plataforma de realidade aumentada disponível para os sistemas operacionais Windows e Mac ou pelo Oculus Quest VR, da Meta.

Igreja metaverso: quais são as instituições que já estão presentes no metaverso?

O metaverso já faz parte da realidade de algumas instituições religiosas, como a Igreja Lagoinha conhecida como Lagoverso, idealizada pelo pastor brasileiro André Valadão que lidera a versão física da igreja em Orlando, nos EUA.

Veja outras igrejas do mundo que também atuam no metaverso:

Como funciona o jogo metaverso?

Jogos no metaverso são uma das formas mais populares da imersão ao universo virtual atualmente. Isso porque, o mundo gamer já está mais familiarizado com o conceito e, até mesmo, com os dispositivos que possibilitam a imersão total aos mundos virtuais.

Com uma boa conexão a internet e dispositivos próprios como óculos metaverso de realidade virtual, é possível vivenciar os desafios propostos pelos jogos, embora nem todos exijam recursos mais avançados para iniciar a experiência por enquanto.

Veja como funciona os jogos mais famosos no metaverso:

JogoSobre
Decentraland
Ao escolher o avatar e personalizá-lo, a entrada no mundo fictício é feita. Além de interagir com outros jogadores, é possível ajudar a construir o jogo, pois ele faz parte de um sistema de retroalimentação entre os jogadores que acontece a partir da compra e venda de itens utilizando moedas virtuais.
Mobox
Nesse jogo, os avatares são NFTs utilizados para minerar o token MBOX. Ou seja, enquanto o jogador se diverte com os desafios do jogo, é possível investir na criptomoeda e ganhar dinheiro no metaverso.
Roblox
Um dos jogos mais famosos do metaverso, o Roblox permite que o jogador crie o seu jogo, como também jogue os jogos criados por outros jogadores. A ideia é que a partir de uma estrutura básica do Roblox, os jogadores criem seus próprios personagens, regras e objetivos. Algumas marcas já fazem ativações dentro do jogo com lojas próprias e itens à venda para serem utilizados dentro do mundo virtual.
Fortnite
Outro grande sucesso, o Fortnite é reconhecido como o jogo mais popular do mundo e pode ser considerado muito mais do que um jogo. Por sua popularidade, a plataforma também é vista como uma rede social que promove interações entre os usuários, como também promove eventos dentro do ambiente virtual, como shows, por exemplo, e apresenta forte potencial dentro do metaverso.
Explicação de como funcionam os jogos mais famosos no metaverso.

Como comprar terreno no metaverso?

Assim como no mundo real, no metaverso também é preciso construir tudo do zero. Com a compra de terrenos é possível construir diversas possibilidades que serão desenvolvidas ao longo dos anos e frequentadas pelos avatares.

Esses lotes são comercializados em plataformas do metaverso que reservam o espaço para que o desenvolvimento de um novo ambiente seja realizado. Para que a compra seja efetivada, é preciso ter uma carteira virtual para fazer a movimentação financeira com criptomoedas. Outra característica especial da compra de terreno no metaverso é a necessidade do NFT para garantir a legitimidade da propriedade ao comprador.

Metaverso é perigoso?

Assim como qualquer acesso a rede, o metaverso também pode apresentar algumas fragilidades que devem ser levadas em consideração para evitar maiores riscos. Com o suporte de várias tecnologias para funcionar, os dispositivos detém um grande número de dados dos usuários, colocando em cheque a privacidade do universo virtual.

Outro perigo que o metaverso pode causar está relacionado à autoestima e distorção de imagem dos usuários. Isso porque, nessa realidade paralela os usuários podem criar avatares idealizando uma imagem perfeita e dando preferência a imagem criada virtualmente. Sendo assim, pessoas que já apresentam problemas de autoestima devem estar atentas à nocividade que esse tipo de comportamento pode causar.

O perigo do metaverso também está na segurança. Embora todas as transações e registros sejam feitos em blockchain, considerada uma tecnologia altamente segura, por se tratar de bens voláteis, a dificuldade de recuperar as propriedades no metaverso, caso sejam roubadas, também apresenta um alto nível de dificuldade. Por isso, é importante não compartilhar dados com terceiros e evitar utilizar computadores e dispositivos de segurança duvidosa para diminuir as chances de golpes.

As brechas na segurança no metaverso também podem ocorrer no formato de catfish, ou seja, quando uma pessoa se passa por outra. Com a criação de avatares próprios ou de personagens, torna- se muito mais fácil conversar com uma pessoa sem a garantia de que ela é, de fato, ela mesma. Dessa forma, vale certificar-se no mundo real de que o avatar que você está conversando no metaverso a representa e que você não está sendo vítima de um golpe.

Como funciona o óculos metaverso?

Os óculos metaverso são basicamente a porta de entrada para a imersão nos ambientes virtuais. A partir deles se torna possível ser transportado para os cenários tridimensionais e vivenciar as experiências em outras realidades construídas pela tecnologia.

Compostos por uma tela, duas lentes, saída de áudio e um suporte para prender o acessório na cabeça, os óculos de realidade virtual são capazes de oferecer uma experiência imersiva em ambientes digitais em 360º. Isso quer dizer que mesmo que o usuário faça movimentos com a cabeça para todas as direções, a imersão ainda continuará sem interrupções,

Existem diversos modelos disponíveis no mercado, como modelos que necessitam da conexão com outros dispositivos, como computador ou smartphone, como também, dispositivos mais autônomos que dispensam o uso de outros aparelhos, pois possuem memória interna para armazenar jogos e outros aplicativos do metaverso.

Metaverso e NFT: qual é a relação entre eles?

Se o metaverso é um mundo virtual a parte de tudo que já conhecemos hoje, dificilmente a economia dentro desse novo universo iria depender das estruturas mais tradicionais de comercialização. Isso quer dizer que, dentro do metaverso, a moeda, a garantia de propriedade e a segurança das transações são inteiramente digitais.

Adotar o NFT como forma de atestar a veracidade de propriedades adquiridas no metaverso faz parte da economia independente e completamente digital prometida no metaverso. Até porque, ao mesmo tempo que o metaverso oferece experiências e sensações reais aos seus usuários, tudo que acontece no ambiente digital é intangível. Dessa forma, ter o NFT como forma de atestar posse e garantir a veracidade dos itens comercializados no mundo virtual também pode ser vista como uma relação de segurança entre as tecnologias e os usuários.

ETF metaverso: como funciona?

ETF é a sigla para Exchange Traded Fund, que quer dizer Fundo de Índice que representa um conjunto de investimentos em criptomoedas dentro do metaverso. Para os investidores que desejam investir nesse mercado virtual, é fundamental entender como o ETF de metaverso funciona e quais são as principais características desse modelo de investimento.

Resumidamente, o investidor que faz uma aplicação em um ETF não está investindo somente em uma moeda, mas sim em uma série de ativos ao mesmo tempo. Dessa forma, é possível simplificar a utilização de recursos, minimizar riscos e diminuir os custos da operação. Isso porque, o investimento em ETF não é feito de forma individual, já que a ideia é que um grupo de investidores reúnam seus recursos e realizem a aplicação em conjunto.

O ETF de metaverso funciona seguindo índices de ações com referência a algum índice da bolsa de valores, como o Ibovespa ou o Índice Brasil, por exemplo, e são aplicados em empresas que estão ativamente envolvidas no desenvolvimento de toda a infraestrutura necessária para construção desse universo virtual, como empresas de tecnologia, banda larga, realidade virtual e mídia, por exemplo.

Em outras palavras, o ETF de metaverso atua como uma bolsa de valores que permite que os investidores apliquem seus recursos em empresas que estão dando vida ao metaverso, sendo administradas por gestoras especializadas responsáveis por administrar esses recursos.

Basicamente, o ETF de metaverso funciona como uma cesta de ativos financeiros, com renda variável ou fixa, e devem ser administradas por uma gestora que utilize algum índice da bolsa como referência. Isso porque, o objetivo é replicar os resultados do índice escolhido, para que o crescimento do ETF aconteça na mesma proporção desse índice.

Como ganhar dinheiro no metaverso?

Por ainda ser uma cidade em construção, ao mesmo tempo que o metaverso apresenta grande potencial, também gera uma série de incertezas e, por isso, a cautela é a melhor amiga de quem busca ganhar dinheiro no mundo virtual.

Muito em breve, novas profissões vão surgir a partir de demandas do metaverso e serão uma forma de ganhar dinheiro com isso. Porém, existem outras formas de obter lucro no metaverso, como:

O que eu posso fazer no Metaverso?

O objetivo é que tudo que se faz no mundo como conhecemos seja possível dentro do metaverso. Além de interagir com outras pessoas de qualquer lugar do mundo, visitar novos ambientes, frequentar museus, ir a eventos como grandes shows, ir a cultos ou mesmo a casamentos no metaverso são possibilidades disponíveis.

Comprar no metaverso também está na lista e, nesse caso, é possível comprar quase qualquer coisa, desde itens de moda a um terreno dentro da plataforma.

Bom saber

Embora o metaverso seja uma realidade paralela a nossa, o comportamento humano tende a ditar o que virá nos próximos anos, replicando os desejos e necessidades do ser humano em uma nova roupagem. Isso quer dizer que, futuramente, será possível fazer tudo o que se faz fora do metaverso, dentro dele.

Quais empresas já atuam no Metaverso?

Veja as empresas que também já estão atuando no metaverso:

Ambev metaverso

O metaverso já está fazendo parte da cultura organizacional da Ambev, principalmente para os novos colaboradores da empresa. Em um processo seletivo fora dos padrões, a Ambev incluiu uma etapa inteiramente dentro do metaverso para que os candidatos pudessem vivenciar uma experiência imersiva dentro da empresa, conversando com funcionários, participando de eventos de integração, como um happy hour, e conhecendo todas as áreas da empresa dentro espaço. Além disso, é pelo metaverso que a empresa fará a apresentação dos negócios da Ambev, desde o processo de recebimento dos insumos até a distribuição.

Banco do Brasil metaverso

Dentro do metaverso desde 2021, o Banco do Brasil tem ampliado suas ações no mundo virtual. Sua primeira ativação foi no lançamento do "Complexo", uma plataforma própria dentro do metaverso que possibilita que os jogadores de GTA RolePlay, por exemplo, possam abrir contas e receber benefícios para seus avatares. Além disso, é possível conseguir um emprego de abastecedor de caixa eletrônico e dirigir um carro forte, da mesma forma que é feito na vida real.

Outra atuação do Banco do Brasil no metaverso utilizará a plataforma Roblox para oferecer uma experiência lúdica para promover o esporte, cultura e educação dentro do universo virtual.

TIM metaverso

A TIM estreou no metaverso abrindo sua primeira loja no ambiente virtual utilizando a plataforma Cryptovoxels, que possui atuação na construção de metaversos. Nessa loja, é possível vivenciar experiências como o uso de acessórios e smartphones com a tecnologia 5G, como também, testar equipamentos para conexão utilizando a banda larga fixa da TIM Live. Outra ação dentro da TIM Metaverso é a realização de ações básicas, como fazer consultas da conta na operadora, imprimir, pagar faturas, adquirir planos e serviços.

Além disso, na loja TIM Metaverso é possível acessar conteúdos exclusivos no espaço gamer e, até mesmo, criar uma carteira digital e ganhar um NFT.

Nike metaverso

A Nike Metaverso lançou uma coleção exclusiva de tênis que só podem ser usados no ambiente virtual. Os itens foram vendidos na plataforma de negociação de NFTs, OpenSea. Para se ter uma ideia do sucesso, somente no primeiro final de semana de vendas, 20 mil tênis em NFT foram comprados por valores entre US$ 7.500 e US$ 9.000 (entre R$ 37 mil e R$ 45 mil).

Os tênis da Nike Metaverso foram desenvolvidos em conjunto com a marca de moda digital RTFKT Studios, e podem ser personalizados de acordo com o avatar. Por enquanto, quem comprou um item da marca no metaverso já pode utilizá-lo por meio de um filtro desenvolvido para o Snapchat e pode ser exibido em realidade aumentada (AR).

Metaverso Binance

A Binance está presente no metaverso como uma das principais exchanges do mercado atuando com a comercialização de criptomoedas para serem utilizadas dentro do ambiente virtual. Para se ter uma ideia, o Binance NFT é considerado o maior mercado centralizado de jogos NFT do mundo, com mais de 60 projetos de jogos integrados, sendo responsável por vender mais de 1 milhão de NFTs para jogos.

Bill Gates metaverso

Assim como Mark Zuckerberg, Bill Gates também está atento aos avanços do metaverso e projetou que até 2024, todas as reuniões online serão feitas dentro do universo virtual em 3D. Pensando nisso, a Microsoft Metaverso já está em ação e terá o lançamento da sua plataforma virtual ainda em 2022.

Coca Cola metaverso

Existe Coca-Cola Metaverso? A resposta é sim! De olho no universo online sem perder o foco no mundo real, a Coca-Cola lançou o primeiro refrigerante inspirado no metaverso com sabor Byte. Na lata é possível escanear um QR code que dá acesso a um jogo exclusivo, além de liberar experiências em realidade aumentada (AR) e outros jogos, como a ilha Pixel Point dentro do jogo Fortnite. Além disso, é possível acessar mais quatro mini jogos com estímulos sensoriais: The Castle, The Escape, The Race e The Tower.

Vale destacar que o sabor Coca-Cola Zero Sugar Byte não é novidade, pelo menos no mundo virtual. Isso porque, o sabor foi lançado primeiramente no mundo virtual, desenvolvido pela Coca-Cola Creations, a plataforma global de inovação da marca.

Adidas metaverso

A Adidas lançou uma coleção exclusiva disponível somente na versão virtual. Ou seja, a Adidas Metaverso já é uma realidade e pode ser vivenciada por quem adquirir um NFT da marca. Além dos itens da coleção, os compradores também terão acesso a uma área exclusiva para utilizarem suas roupas virtuais também para o universo game em blockchain do The Sandbox e outras plataformas.

Itaú metaverso

Em 2022, o Itaú lançou o seu primeiro produto no metaverso, o COE - Certificado de Operações Estruturadas Autocall Metaverso. Com foco em investimentos para empresas dentro do ambiente virtual, o novo produto Itaú Metaverso será direcionado para investidores em geral, permitindo aplicações a partir de R$5 mil.

Carrefour metaverso

De olho no futuro do ambiente virtual, o Carrefour também deu seu primeiro passo dentro do metaverso, comprando um terreno no The Sandbox equivalente ao tamanho de 30 supermercados. Outras ações do Carrefour Metaverso ainda não foram divulgadas, mas sabe-se que a ideia de ter um terreno no ambiente virtual é o princípio de uma novo momento da marca, que já afirmou ter planos concretos de inovação e na transformação digital.

Metaverso filme: quais são os melhores para entender melhor o que é metaverso?

Entender o é metaverso na prática ainda pode ser uma tarefa complicada para quem não mergulhou a fundo nesse universo. Por isso, alguns filmes que remetem a algo próximo a essa nova realidade podem ser ótimos exemplos de como o metaverso irá funcionar. Embora sejam histórias fictícias, você pode ter uma noção um pouco melhor sobre o assunto assistindo os filmes abaixo:

Como podemos te ajudar?

Fale com a equipe HelloSafe!

Uma dúvida ou sugestão? Qualquer que seja a sua questão, a equipe HelloSafe está aqui para te ajudar!

foto assinatura hellosafe br

Silvana Theodoro

Assessoria de imprensa e comunicação

Faça uma pergunta, um especialista irá responder
Seu nome é obrigatório
O conteúdo dos comentários é necessário