Como investir na Bolsa de Valores?

Gustavo Cunha Gustavo Cunha  Atualizado em maio 12, 2022

Investir na bolsa de valores está atraindo cada vez mais indivíduos que querem fazer crescer suas economias. De fato, você pode facilmente comprar ações, títulos, investir em fundos de investimento de alto rendimento enquanto paga taxas baixas.

Mas quais são as formas de investir na bolsa de valores, as contas e plataformas de investimento mais adequadas ao seu perfil e seus objetivos?

Todas estas são perguntas que responderemos aqui com um guia simples e completo para investir no mercado de ações.

Investir na bolsa de valores: o que você precisa saber

  • É possível investir no mercado de ações on-line e de forma independente com o surgimento de novas plataformas de corretagem on-line ou de robôs-conversores.
  • As soluções para investir na bolsa de valores variam de acordo com seu perfil de investidor.
  • Você pode investir na bolsa de valores em ações, mas também em outros instrumentos, como fundos ou títulos.
  • Investir na bolsa de valores não requer necessariamente uma grande quantidade de capital.
  • Investir em ações na bolsa de valores proporciona boa liquidez, mas maior risco, a compra de títulos é menos arriscada, mas proporciona menos liquidez.
  • Você pode investir na bolsa de valores a partir de apenas R$ 500.
  • Investir na bolsa de valores requer conhecimento do mercado, do horizonte de investimento, do montante a ser investido, da tolerância ao risco e da finalidade do investimento.

Quais são as diferentes maneiras de investir na bolsa de valores?

Para investir na bolsa de valores, é necessário primeiro ter um veículo de investimento ou poupança no qual os títulos adquiridos serão mantidos e quaisquer ganhos serão pagos. Isto pode ser:

  • Plano de poupança-reforma registrado;
  • Conta Poupança Livre de Impostos;
  • Plano de poupança educacional registrado;
  • Plano de poupança para aposentadoria voluntária;
  • Plano de Poupança com Deficiência Registrada.

Você deve então escolher um intermediário para realizar suas transações na bolsa de valores, tais como:

  • Um gerente de investimento, para suporte personalizado, uma presença física;
  • Um corretor on-line, para investidores experientes que conhecem os mercados e os investimentos e desejam se beneficiar de custos de transação reduzidos;
  • Um robô-conselheiro, para gestão guiada em uma plataforma on-line, para todos os tipos de investidores.

Quer investir na Bolsa de Valores e não sabe onde começar? Venha com a XTB e a HelloSafe Brasil!

Começar a investir

Como investir na bolsa de valores on-line?

O investimento na bolsa de valores evoluiu com o tempo e com os avanços tecnológicos. Hoje, é possível e até mesmo fácil investir na bolsa de valores on-line. Existem várias soluções de investimento na bolsa de valores on-line:

  • Corretagem on-line com seu banco habitual: cada vez mais bancos estão oferecendo a seus clientes soluções de corretagem on-line. Outros agentes privados, também surgiram.
  • Corretores on-line: outras soluções de corretagem permitem investir on-line de forma independente ou com a ajuda de um consultor financeiro.
  • Robo-conselheiros: Finalmente, os robo-conselheiros são uma das últimas inovações no campo de investimentos em bolsas de valores on-line. Eles cuidam da composição e gestão de sua carteira com base em seu perfil de investidor e de forma automatizada.

Então, qual plataforma você deve escolher para investir na bolsa de valores? A aplicação que você escolher para investir na bolsa de valores dependerá de seu perfil e de seus objetivos.

  • Se você quer investir por conta própria e construir sua própria carteira de ações, um corretor on-line é uma solução interessante.
  • Se você não quer ou não tem o conhecimento para administrar seus investimentos da melhor maneira possível, você pode usar um robô-conselheiro ou um consultor financeiro.

Onde investir na bolsa de valores?

Investir online em total autonomia também é possível e até mesmo fácil. A questão agora é onde e o que investir no mercado de ações. As categorias de ativos e instrumentos nos quais você pode apostar no mercado de ações são de fato numerosas:

  • Ações em empresas de capital aberto: isto envolve a compra de ações da empresa em troca de um dividendo ou com o objetivo de realizar um ganho de capital.
  • Fundos mútuos: isto envolve investir junto com outros investidores em uma carteira (fundo) administrada por um gestor profissional.
  • Fundos negociados em bolsa: isto envolve investir em uma cesta de ações que replica a composição de um mercado de ações ou índice setorial.
  • Títulos ou títulos de dívida: isto envolve emprestar dinheiro a empresas ou governos em troca de uma taxa de juros.

Estes investimentos são acessíveis através de diferentes contas e planos. Você pode acessá-los através de sua instituição financeira, através de uma plataforma de corretagem on-line ou através de um gerente de portfólio que o ajudará a escolher o melhor plano para seu perfil.

Como investir na bolsa de valores quando você é um iniciante?

Cada vez mais jovens estão entrando e investindo no mercado de ações, mas não há limite de idade para começar neste campo. Entretanto, como um investidor iniciante, é necessário tomar algumas precauções antes de começar.

  • A solução mais simples é confiar a gestão dos investimentos a um terceiro cuja função seja, como um consultor financeiro, ou a um software especialmente desenvolvido para este fim, como um robô de consultoria.
  • Também é possível investir na bolsa de valores por conta própria, mas neste caso é melhor reservar um tempo para aprender como funcionam os mercados antes de começar a investir seu dinheiro.
  • Como um investidor não se torna rentável da noite para o dia, é melhor não investir dinheiro no mercado de ações, se você precisa do mesmo para viver ou para cobrir despesas inesperadas.
  • Da mesma forma, é necessário estabelecer uma estratégia de investimento precisa e ideal a longo prazo, com metas alcançáveis e levando em conta o risco.

Quando investir na bolsa de valores?

Embora seja possível investir na bolsa de valores a qualquer momento, é necessário saber identificar as oportunidades corretas antes de comprar ações. Para saber se é o momento certo para comprar uma ação ou ações, você deve fazer a si mesmo estas simples perguntas:

  • Qual é a situação econômica atual? Há crescimento ou estamos em um período de crise?
  • Qual o risco que você está disposto a correr? Um investidor com apetite de alto risco encontrará frequentemente oportunidades interessantes no mercado de ações, enquanto o investidor cauteloso preferirá esperar para investir.
  • O que vale realmente um estoque listado? O valor intrínseco das empresas listadas precisa ser definido a fim de saber se é o momento certo para comprá-las.
  • Quando a empresa paga seus dividendos? Finalmente, se você tiver optado por uma estratégia de rendimento com ações que pagam dividendos, você deve possuir essas ações o mais tardar na véspera da data de pagamento dos dividendos.

Em que investir?

As melhores ações para investir dependem de seus objetivos e de seu estilo de investimento. Por exemplo, você não investirá nas mesmas ações, dependendo se você está procurando um retorno regular ou um grande ganho de capital.

  • Para um rendimento constante: ações com os melhores dividendos.
  • Para o potencial de ganhos de capital significativos: ações de crescimento

Descubra as melhores ações para comprar em 2022. No final deste guia, você também encontrará nossa análise detalhada do desempenho e potencial de alguns estoques populares.

Alguns setores, como o do ouro, também são bons investimentos a serem feitos no mercado de ações. O ouro é frequentemente visto como um porto seguro quando os mercados de ações tradicionais estão em queda. Você pode usar ETFs ou fundos negociados em bolsa para investir em ouro.

Quer investir na Bolsa de Valores e não sabe onde começar? Venha com a XTB e a HelloSafe Brasil!

Começar a investir

Por que investir na bolsa de valores?

No mundo de hoje, administrar as finanças está se tornando cada vez mais importante. Os eventos ao redor do mundo são marcados pela pandemia da Covid-19. Muitas pessoas estão perdendo empregos que pensavam estar seguros e de repente se vêem dependentes da assistência pública. A maioria das pessoas já sabe há algum tempo que no futuro, e especialmente na velhice, provavelmente não poderão contar exclusivamente com as pensões do Estado.

Existe, portanto, uma necessidade crescente de segurança em relação às próprias possibilidades financeiras e, acima de tudo, de proteção financeira. As gerações de hoje compreendem que têm que prover suas próprias necessidades financeiras, mesmo na idade da aposentadoria.

Mas como isso pode ser conseguido? O dinheiro ganho é suficiente apenas para cobrir custos fixos e, se necessário, uma quantia mínima é reservada para despesas futuras mais elevadas. Como é suposto ser possível prever a própria aposentadoria ao mesmo tempo? Simplesmente colocar dinheiro em uma conta poupança, como no passado, dificilmente é rentável em uma época de "política de taxa de juros zero" com alta "inflação" e sem gerar nenhum "retorno". O mercado acionário, portanto, parece ser a solução preferida para fazer com que a economia cresça mais rapidamente. Tenha cuidado, porém, pois investir no mercado de ações representa um risco, portanto, certifique-se de ter experiência ou ter o apoio adequado.

  • O mercado acionário está em alta desde a pandemia da COVID-19 e o número de acionistas está em alta;
  • A política de taxa de juros zero reduz a atratividade dos investimentos tradicionais, tais como contas de poupança (mas isto é bom para conseguir bons empréstimos e colocar dinheiro em circulação);
  • O aumento da inflação reduz o valor do dinheiro, o que não gera nenhum interesse;
  • O acesso ao mercado de ações e à negociação é cada vez mais facilitado por plataformas de corretagem on-line em particular, transferindo dinheiro e colocando ordens de ações em apenas alguns segundos através de um aplicativo;
  • A Internet facilita o treinamento de investimento na bolsa de valores e o acesso a conselhos, permitindo que os indivíduos coloquem ordens na bolsa de valores sem serem especialistas;
  • Alguns investimentos na bolsa de valores oferecem retornos muito mais altos do que as tradicionais contas poupança.

Que banco devo escolher para investir no mercado de ações?

Antes de escolher o banco ou corretor com o qual você vai investir no mercado de ações, você deve fazer uma comparação detalhada das várias ofertas de corretagem on-line no mercado.

Investir em imóveis versus investir no mercado de ações: quais são as diferenças?

Os investidores que buscam o investimento ideal muitas vezes hesitam entre investir na bolsa de valores e investir no setor imobiliário. Entretanto, estas duas soluções são, de fato, muito diferentes. Aqui está uma comparação precisa entre estes métodos de investimento:

DestaqueInvestir na bolsa de valoresInvestir em bens imobiliários
Capital necessárioAcessível com algumas centenas de reaisRequer investimento substancial
DevoluçõesDividendos e ganhos de capitalRendas de aluguéis e ganhos de capital a longo prazo
LiquidezOs estoques são líquidos e fáceis de venderOs bens imobiliários são mais difíceis de vender
VolatilidadeO mercado de ações é um mercado muito volátilEmbora flutue, o mercado imobiliário é menos volátil
Custos e taxasTaxas de corretagem e administraçãoOs custos de manutenção podem ser altos
RiscosAlto risco e dependente dos mercadosRisco médio
Comparação do investimento na bolsa de valores com o investimento imobiliário

Como você mesmo pode investir na bolsa de valores?

Embora seja inteiramente possível investir na bolsa de valores por conta própria, também é importante considerar os riscos envolvidos.

De fato, para investir por conta própria, é necessário compreender o aspecto volátil e imprevisível dos mercados acionários. É, portanto, essencial para um investidor independente:

  • Conduzir análises: a análise financeira e econômica das ações listadas é essencial para organizar adequadamente sua carteira.
  • Entenda as características dos ativos: você também deve entender as características e especificidades das ações que deseja adquirir.

Se você não é um investidor experiente ou interessado no mercado de ações, é melhor usar um profissional de investimentos ou um robô-conselheiro.

Você também pode optar por investir livremente junto a um corretor on-line em determinados fundos, como fundos mútuos ou fundos negociados em bolsa. Isto lhe permitirá ter uma carteira diversificada sem ter a responsabilidade de administrar sua composição.

Para investir no mercado de ações por conta própria, utilize plataformas de corretagem on-line que lhe permitem comprar e vender títulos nos mercados financeiros a taxas reduzidas.

Quer investir na Bolsa de Valores e não sabe onde começar? Venha com a XTB e a HelloSafe Brasil!

Começar a investir

De quanto dinheiro você precisa para investir na bolsa de valores?

A quantia de dinheiro que você precisa investir na bolsa de valores dependerá de uma série de fatores, incluindo sua situação financeira pessoal. Aqui estão as regras a seguir se você quiser começar:

  • Investir parte de sua poupança na bolsa de valores: é importante não colocar toda a sua poupança em seus investimentos na bolsa de valores. Você deve manter uma parte de suas economias para usar em caso de necessidade. Idealmente, e se você puder, mantenha 20% de seu capital em um investimento seguro ou em uma poupança tradicional e invista 80% no mercado de ações.
  • Investir na bolsa de valores com um orçamento pequeno: é possível sim investir na bolsa de valores com um orçamento pequeno. Não é necessário ter uma grande quantidade de capital para começar a construir uma carteira na bolsa de valores. R$ 500,00 a R$ 1.000,00 será suficiente para criar a base e você poderá então reinjetar sua renda de dividendos ou ganhos de capital para comprar novos títulos.
  • Não coloque todos os seus ovos em uma só cesta: se a bolsa de valores for interessante em termos de retorno e investimento, é necessário espalhar o dinheiro que você investe na bolsa de valores, certificando-se de que sua carteira seja diversificada. Por exemplo, você pode investir parte dela em ações, parte em um ou mais fundos e outra parte em títulos.

Investir no mercado de ações com um orçamento pequeno: nosso conselho

Se você é um investidor iniciante e deseja investir pequenas quantidades no mercado de ações, você tem duas soluções:

  • Invista sua economia atual: isto é possível a partir de R$ 500,00;
  • Invista uma pequena quantia a cada mês: você também pode fazer pagamentos livremente em suas contas de investimento na bolsa de valores, como uma TFSA, a fim de construí-la gradualmente.

Fazer um empréstimo para investir na bolsa de valores é uma boa idéia?

Com as atuais taxas de juros baixas dos corretores de crédito, pode ser tentador, se você não tiver nenhuma poupança para usar, pedir emprestado para investir na bolsa de valores. Mas isto é realmente uma boa idéia?

Na realidade, pode ser perigoso pedir dinheiro emprestado na esperança de ganhar mais do que custa porque as bolsas de valores são imprevisíveis e você pode perder todo ou parte de seu capital. Antes de pedir empréstimos para investir na bolsa de valores, preste atenção aos seguintes pontos:

  • Certifique-se de que você pode trancar o capital emprestado: o capital que você vai investir com o dinheiro emprestado deve permanecer em sua conta de investimento por pelo menos 5-10 anos. Portanto, certifique-se de não precisar dele durante este período.
  • Peça emprestado somente o que você pode pagar: não confie em seus ganhos para pagar seus pagamentos mensais. Você deve ser capaz de pagar suas dívidas, mesmo que seu capital esteja totalmente perdido.
  • Valide sua tolerância ao risco: se você é muito avesso ao risco, tomar empréstimos para investir no mercado de ações provavelmente não é uma boa idéia. Esta é uma estratégia que não é adequada para investidores cautelosos em busca de um baixo nível de risco. Uma queda no mercado de ações pode levar a um alto nível de estresse se você não puder suportar as perdas.
  • Só contrate empréstimos se sua situação financeira for estável: um investidor que já está tendo dificuldades para administrar seu orçamento mensal nunca deve assumir mais dívidas a fim de pagar suas dívidas atuais ou empréstimos com os ganhos feitos na bolsa de valores. Em qualquer caso, você deve ser capaz de reembolsar seu crédito sem depender de qualquer ganho na bolsa de valores.

Como acabamos de ver, pedir dinheiro emprestado para investir na bolsa de valores não é realmente uma boa idéia. Portanto, é melhor economizar antes de investir ou de implementar uma estratégia de investimento progressiva.

Nossas 5 dicas para investir no mercado de ações

Agora que você conhece as principais regras de investimento na bolsa de valores, aqui estão cinco dicas simples a seguir para se tornar um investidor rentável rapidamente:

  1. Estabelecer metas alcançáveis: todos os investidores que se respeitam devem estabelecer metas financeiras para seus vários investimentos. Estes objetivos dependerão da finalidade do investimento. É para se preparar para a aposentadoria, para financiar uma compra ou um projeto específico? Um objetivo motivador será uma força de motivação que lhe permitirá dedicar-se com paixão ao seu investimento.
  2. Aprenda sobre a bolsa de valores: Um bom conhecimento da bolsa de valores e como ela funciona é essencial se você quiser fazer investimentos lucrativos. Portanto, dedique um tempo toda semana para aprender e se educar. Há muitos módulos de treinamento on-line onde você pode aprender os métodos de análise e também pode consultar feeds de notícias financeiras específicas.
  3. Favorecer um horizonte de investimento a longo prazo: a menos que você seja um especialista nos mercados financeiros e queira especular a curto prazo a fim de gerar lucros máximos em um curto período de tempo, é mais prudente investir com um horizonte de investimento a longo prazo. A especulação apresenta muitos riscos que você pode evitar com investimentos progressivos.
  4. Conheça sua tolerância ao risco: você deve definir com a maior precisão possível o nível de perda e variabilidade de seu capital que você está preparado para assumir. Lembre-se que quanto maior o retorno potencial sobre um ativo ou mercado, maior o nível de risco. Uma aversão ao risco elevado deve levá-lo a instrumentos menos arriscados, tais como títulos ou certos fundos de investimento especulativo. Se você tiver uma alta tolerância ao risco, talvez queira tentar investimentos mais arriscados, tais como ações ou criptomoedas.
  5. Não deixe que suas emoções levem a melhor: Finalmente, investir no mercado de ações é uma atividade que pode gerar muitas emoções, como estresse, excitação ou medo. Um bom investidor não deve deixar que estes sentimentos levem a más decisões e deve sempre ter em mente sua estratégia inicial e se ater a ela.

Você quer investir no mercado de ações por conta própria e em total autonomia? Junte-se agora a um corretor on-line de qualidade e comece a colocar seus pedidos no mercado.

Quer investir na Bolsa de Valores e não sabe onde começar? Venha com a XTB e a HelloSafe Brasil!

Começar a investir

Todos os nossos guias para investir na bolsa de valores

Nossos guias de ações detalhando o preço das ações, dividendos e rendimento, assim como a análise e o consenso dos especialistas financeiros, lhe darão as informações-chave que você precisa saber antes de investir.

O conteúdo dos comentários é necessário
Seu nome é obrigatório