Quais são as diferentes coberturas de um seguro residencial?

Gustavo Cunha Gustavo Cunha  Atualizado em maio 2, 2022

O seu lar também merece um cuidado especial.

Já pensou em ter uma assistência 24 horas a domicilio? E que tal atendimento para danos elétricos? Como seria ter um seguro que arque, inclusive, com desmoronamento?

Sugiro que você leia esse artigo até o final para saber a melhor forma de cuidar do seu maior patrimônio que é a sua residência. Conheça, portanto, no decorrer desta leitura, as principais coberturas que você pode adquirir neste ramo.

O que são as coberturas do seguro residencial?

As coberturas no mercado de seguradoras nada mais é do que uma forma de indenizar (cobrir) possíveis danos que venham a ocorrer. Logo, quando esse dano ocorre, dá-se o nome de sinistro. Mas, o que são sinistros? Sinistro é todo evento que ocorra e que traga prejuízos financeiros ao segurado.

Para saber mais como funcionam as coberturas de um seguro residencial acesse a nossa página principal.

Compare os melhores seguro residenciais do Brasil em menos de 20 segundos com nosso comparador grátis!

Compare agora

Quais são as coberturas básicas do seguro residencial?

As coberturas básicas variam de acordo com a empresa na qual você deseja contratar o serviço de seguro residencial. Abaixo listamos as 07 principais coberturas básicas que você irá encontrar acessando o nosso comparador ou até mesmo navegando na internet, confira. 

Antes de abordarmos as principais coberturas básicas, vale ressaltar que, ao contratar uma cobertura para o seu seguro residencial, é fundamental estar atento aos “riscos excluídos”. Isso quer dizer que esses riscos não serão indenizáveis. Essas exceções são válidas tanto para as coberturas básicas quanto para as coberturas adicionais de um seguro residencial.

  1. Cobertura contra roubo e furto

Se você deseja proteger os seus pertences, além do seu imóvel, essa é a cobertura ideal para você. A cobertura contra roubo e furto também é fundamental em casos de indivíduos que residem em áreas de risco ou áreas isoladas onde a incidência desse sinistro é elevada. 

Com ela você tem cobertura para:

  • Roubo: Denomina-se furto quando há presença de vítima no local. Por exemplo, quando você está chegando em casa e é surpreendido com um assalto.
  • Furto: Já o furto é quando não há presença de vítima, por exemplo, quando você viaja e, ao retornar, percebe que teve o seu imóvel furtado e levaram seus pertences.
  1. Danos elétricos

Problemas com energia na casa como curtos-circuitos e falhas na rede elétrica em geral são bastante frequentes. Essas falhas, portanto, exigem um cuidado especial pois podem colocar a vida em risco em caso de grandes descargas elétricas.

Nesse aspecto, para sua proteção, é ideal ter a cobertura de Danos elétricos acionada em seu seguro residencial almejando, sobretudo, o conforto e a segurança.

Com essa cobertura, toda a parte elétrica da sua residência estará protegida em caso de problemas.

  1. Queda de aviões, impacto de veículos 

Apesar de ser algo tão improvável, não significa que não aconteça. Por isso, esteja pronto no momento em que este sinistro acometer a sua residência. 

Nesse aspecto, sem dúvidas, não vale a pena arriscar, visto que no Brasil já houveram muitos casos que envolveram queda de aeronaves e impacto de veículos em domicílios.

  1. Vidros

A proteção contra vidros em um seguro residencial é mais que fundamental porque toda casa possui vidros, sejam eles nas portas ou janelas. 

Nessa categoria, a depender do plano contratado, estão inclusos: 

  • Janelas
  • Portas
  • Mármore
  • Espelho do quarto
  1. Desastres naturais

Infelizmente tem sido cada vez mais frequente no país desastres naturais como enchentes, quedas de árvore, chuva de granizo, vendaval e alagamentos.

Dessa forma, estar com a sua cobertura contra desastres naturais em dia significa não ter que se preocupar quando cair aquela chuva forte que gera grandes prejuízos. 

  1. Acidentes pessoais em casa

Acidentes, como vimos, acontecem, e muitas vezes são imprevisíveis. Assim também são os acidentes pessoais. Você pode estar na rua e sofrer um acidente, mas você também pode estar em casa e ser vítima de um acidente domiciliar.

Essa cobertura abrange proteção contra invalidez ou morte que ocorram na residência. Nestes casos, a família poderá receber indenização.

  1. Desmoronamento

Com o crescimento dos grandes centros urbanos as periferias das cidades vêm crescendo cada vez mais, e com isso as pessoas têm construído suas casas em barrancos, morros e encostas, ou seja, áreas que podem sofrer deslizamento.

Como resultado disso, em época de chuvas fortes pode haver um deslizamento e, portanto, a cobertura para esse sinistro se torna indispensável.

Quais são as coberturas adicionais do seguro residencial? 

As coberturas adicionais são um Plus em relação às coberturas básicas. O que já é bom pode ficar ainda melhor. Elas são para facilitar, ainda mais, a vida de quem deseja contratar um seguro residencial e desfrutar de mais segurança e conforto. 

Acesse o nosso comparador e fique por dentro de todas as coberturas adicionais de um seguro residencial. 

Abaixo listamos algumas dessas coberturas disponíveis no mercado de seguros. 

  • Danos elétricos;
  • Danos materiais ou corporais a terceiros;
  • Perda ou pagamento de aluguel;
  • Roubo e furto de equipamento portátil;
  • Quebra de vidros em geral;
  • Furacão, ciclone, vendaval; 

A depender da empresa na qual você irá contratar o seu seguro residencial, essas coberturas podem sofrer alteração.

Cobertura contra roubo e furto do seguro residencial: como funciona?

Ninguém está livre de situações como essa, portanto, a cobertura contra roubo e furto é uma cobertura importante a ser adicionada no seu seguro residencial. 

Por exemplo, caso sua residência seja vítima de um assalto, contratando a cobertura contra roubo e furto você terá o seu imóvel protegido, além disso a seguradora arca com os danos causados ao seu imóvel durante o furto e também ampara os objetos que foram roubados.

É importante que, para que o seu seguro contra roubo e furto seja liberado, existam vestígios do ocorrido no local. Para avaliar a veracidade dos fatos a seguradora enviará um perito até o seu domicílio, portanto, é importante manter o local sem alterações para que o sinistro seja validado pela seguradora e você seja ressarcido. 

Qual a diferença entre coberturas e assistências do seguro residencial?

A assistência apenas presta serviço ao segurado caso ocorra um sinistro, ou seja, assistência são todos aqueles serviços que podem ser incluídos nas coberturas principais. Abaixo listamos alguns desses serviços para que você compreenda melhor.

  • Encanador;
  • Chaveiro;
  • Eletricista;

Nesse sentido, a cobertura, que está determinada em apólice, ou seja, contrato, ela engloba todos os sinistros pelos quais o segurado deseja ser ressarcido caso venham a ocorrer, ou seja, a cobertura permite que a seguradora pague pelos danos causados ao segurado. Algumas das principais coberturas são:

  • Contra roubo e furto;
  • Desmoronamento;
  • Acidentes naturais;

O que o seguro residencial não cobre?

Assim como existem os riscos que são cobertos existem os riscos que são excluídos. Acesse o nosso comparador e entenda como funciona.

Os riscos cobertos são os riscos descritos em cada cobertura, ou seja, são os sinistros pelos quais você será ressarcido, caso ocorram. Já os riscos excluídos são aqueles que não serão ressarcidos pela seguradora.

Os riscos cobertos e os riscos excluídos são itens que constam em apólice, portanto, esteja atento ao assinar o contrato do seu seguro residencial.

Como exemplos de riscos excluídos temos:

  • Queimadas em zonas rurais;
  • Danos emergentes e lucros cessantes;
  • Rebelião, comoção civil, insurreição;
  • Erupção vulcânica;

Quais as coberturas do seguro residencial que eu devo contratar? 

Para saber quais coberturas de seguro residencial você deve contratar, é preciso analisar o custo benefício de cada cobertura. E, para isso, você pode utilizar o nosso comparador.

Por exemplo, se você mora em áreas cujo risco de deslizamento é grande, vale a pena contratar o seguro residencial contra desmoronamento. Outro exemplo seria se você reside em áreas onde o índice de roubos é elevado, a cobertura contra roubos e furtos se faz muito importante

Avalie a sua realidade, pondere qual o seguro residencial atenderia melhor às suas necessidades de acordo ao seu perfil, a sua moradia, o local onde ela se encontra e os itens que possuem dentro dela. Esses são alguns direcionamentos para você fazer uma boa escolha ao contratar coberturas para o seu seguro residencial. 

Compare os melhores seguro residenciais do Brasil em menos de 20 segundos com nosso comparador grátis!

Compare agora

Quais são os seguros mais loucos já feitos?

Confira os exóticos seguros para as partes do corpo.

Mariah CareyMariah Carey foi uma das últimas das celebridades mais comentadas na televisão ao contratar duas apólices, cada uma no valor de R $35 milhões, para suas pernas e para a sua voz durante turnê Europeia. 
Betty GrableA primeira notícia desse tipo de seguro inusitado foi em 1950 com a atriz Betty Grable que assegurou suas pernas em US $1 milhão.
Claudia Raia No Brasil, uma das celebridades pioneiras para seguros de partes do corpo foi Claudia Raia que também assegurou suas pernas, em 1993, no valor de R $1 milhão enquanto apresentava uma peça de teatro.
Carla Perez Valesca Popozuda Mulher melão Elas não ficaram de fora, essas três figurantes da televisão brasileira possuem algo em comum, seguro de glúteos. Carla Perez assegurou seus glúteos em R $2 milhões, enquanto Valesca Popozuda desembolsou R $4 milhões e Renata Frisson, mais conhecida como mulher melão, R $1 milhão.
Ana Botafogo A bailarina Ana Botafogo também foi uma das artistas que resolveu pagar pela cobertura de suas pernas no valor de R $40 mil.
Tabela de alguns seguros loucos encontrados pelo mundo.
O conteúdo dos comentários é necessário
Seu nome é obrigatório