Compare os melhores seguros residenciais do Brasil

[[translations.column1]][[translations.column2]] '' | help([[translations.column2Tooltip]])[[translations.column3]][[translations.column4]][[translations.column5]]
item.logo | safe_img(item.logo, 130)
[[translations.banner]]
[[translations.currency]] item.price | number_format(2)item.details | list_proitem.review[[translations.button]]
item.belowCTA
[[translations.noAgence]]

[[translations.noResult]]

No Brasil hoje, somente 15% dos imóveis tem um seguro residencial, apesar de este seguro estar em crescimento a alguns anos. Com a pandemia do COVID e o aumento na taxa de furtos de imóveis nos últimos anos, os brasileiros notaram a importância do seu lar, fazendo com que o crescimento do seguro residencial crescesse mais de 8% por ano.

E como lidar com um imprevisto como uma catástrofes naturais ou acidentes? E qual será o preço de toda essa tranquilidade? Quais as opções de contrato que o mercado oferece? Continue lendo para ter todas as respostas!

Quanto custa um seguro residencial?

O contrato é totalmente flexível e você pode personalizar de acordo com o perfil da região onde o imóvel está localizado, levando em consideração também o estilo de vida dos moradores.

É essa customização do contrato que vai definir o valor final das mensalidades. Vamos dar alguns exemplos de coberturas adicionais:

  • Roubos e furtos de bens
  • Danos elétricos
  • Vazamentos de tubulações
  • Prejuízos causados a terceiros

O produto seguro residencial começa com uma cobertura básica, que inclui situações de incêndio, alagamentos, e até a queda de aeronave. A partir dela o contrato é totalmente flexível e você pode personalizar de acordo com o perfil da região onde o imóvel está localizado, levando em consideração também o estilo de vida dos moradores.

Algumas particularidades vão impactar no valor do seguro residencial, como por exemplo, valor do imóvel, quantidade de bens que os moradores possuem e localização.

O que é um seguro residencial?

O seguro residencial surgiu com o objetivo de proteger imóveis de diversas situações. Na maioria dos contratos atuais, a cobertura não se aplica apenas à estrutura física das residências, mas garante também tudo que está dentro dos imóveis, como eletrodomésticos, móveis e até fiação elétrica e sistemas hidráulicos.

E olha só, se a sua casa é alugada, não pense que você não pode contratar um seguro residencial. Existem contratos específicos para proteger apenas o que é seu, ou seja, o que está dentro do imóvel. Já para assegurar também as estruturas da residência o contrato precisa ser feito pelo proprietário.

Analise a seguinte situação: se a sua casa fica totalmente alagada depois de um temporal, o prejuízo para limpar o local e comprar novamente itens que foram perdidos pode ser caro! Se você tiver um seguro residencial a questão será resolvida com mais facilidade e sem esse golpe no orçamento, uma vez que o seu investimento já foi previamente feito ao pagar as mensalidades.

Qual o melhor seguro residencial do Brasil?

O melhor seguro residencial precisa, acima de tudo, atender as suas necessidades e também oferecer uma mensalidade que se encaixe ao seu orçamento. Chegar até esse denominador comum exige pesquisa, e é aí que podemos te ajudar.

Selecionamos as seguradoras que mais se destacam no ramo aqui no país:

Allianz

Uma multinacional de produtos financeiros e de seguros muito reconhecida e usada pelos Brasileiros. Está no mercado desde 1980 e continua a crescer, a Allianz é sempre uma ótima opção.

  • Cinco opções de seguro residencial pré-definidas.
  • Condições especiais para quem já é cliente Allianz dos produtos Auto ou Acidentes Pessoais Individuais.
  • Cobertura do roubo de bens fora do local de risco.

Bradesco Seguros

Desde 1983 no mercado de seguros, a Bradesco Seguros faz parte do grupo Bradesco, junto com o banco de mesmo nome, e com isso traz muita segurança para seus clientes. O Banco Bradesco é um dos maiores do Brasil, e é uma escolha a ser levada em conta, especialmente se você já for cliente deste banco.

  • Preço de entrada a partir de R$ 19,90 mensais.
  • Parcelamento em até 10 vezes.
  • Contrato totalmente adaptável ao que o cliente procura.

Caixa Seguradora

Junto ao banco de mesmo nome, e como falamos acima, é de se levar em conta especialmente se você possui uma conta na Caixa. É um dos bancos de maior nome no Brasil e atende muita gente, com ótimos preços.

  • Nove opções de coberturas adicionais.
  • Seis serviços de assistência inclusos no contrato.
  • Assistência pet para cães e gatos.

Mapfre

De origem espanhola e no mercado desde 1933, a MAPFRE ganhou muito espaço na parte de seguros ao redor do mundo e vem com a mesma potência no Brasil.

  • Proteção para o seu carro estacionado na garagem em casos de incêndio, raio ou explosão
  • Extensão da garantia de todas as coberturas aos bens relacionados à atividade profissional realizada na residência
  • Cobertura aos danos causados às plantas, arbustos e árvores

Porto Seguro residencial

Seguradora 100% brasileira e a mais famosa no Brasil para muitos tipos de seguro, a Porto Seguro continua a crescer e se reinventar. Porto Seguro é uma das empresas mais procuradas pelos brasileiros quando o assunto é segurança.

  • Amparos específicos para quem mora em apartamento.
  • Maior proteção para residências de alto padrão.
  • Até 15% de desconto para contratos de 3 anos.

Seguro residencial bb

Vem sempre trazendo novos produtos no mercado, se atualizando e ganhando espaço em diferentes setores. Uma marca que traz segurança e presença nacional. Ficar de olho nos seguros, especialmente se você tem uma conta no BB.

  • Não precisa ser correntista do Banco do Brasil para contratar o seguro.
  • Três planos disponíveis com coberturas e assistência disponíveis.
  • Preço de entrada a partir de R$ 23,89.

Banco Santander

Banco de origem espanhola que ganhou muito mercado no Brasil, traz para seus clientes um seguro residencial interessante e com muitos serviços. Se tiver uma conta no banco Santander, não perca tempo, e faça sua cotação.

  • Mais de 50 tipos de serviços para incluir no seu seguro.
  • Contratação rápida e sem carência.
  • Parcelamento em até 12 vezes.

Seguro residencial Itaú

O maior banco da América Latina, Banco Itaú está na ponta da língua dos Brasileiros não só em questões bancárias, mas em todos os outros serviços que oferece.

  • Coberturas específicas para chácaras, sítios e fazendas.
  • 13 coberturas disponíveis para a proteção do seu lar.
  • Pagamento de aluguel se o seu imóvel precisar ser interditado.

Como contratar um seguro residencial?

Para contratar um seguro residencial, você irá seguir as etapas abaixo:

  1. Use nosso comparador de seguros para conseguir a melhor cotação do mercado.
  2. Nos envie suas informações básicas.
  3. Lhe conectaremos com um corretor.
  4. Passe todas as informações e documentos necessários para o corretor fazer o seu contrato.
  5. Receba e assine o papel do seguro residencial.
  6. Seu imóvel já estará segurado na mesma hora.

O seguro residencial deve te trazer comodidade e evitar despesas indesejadas para a manutenção da sua casa, além de poder ser acionado em caso de roubos, furtos, incêndios e prejuízos causados por desastres naturais, como vendavais ou alagamentos.

Portanto, ter em mente quais são as suas principais necessidades é o primeiro passo para buscar a contratação desse tipo de seguro. Depois de listar quais são os pontos que formam a cobertura perfeita para você, é hora de pesquisar e encontrar a seguradora que melhor te atende.

Todo cuidado é pouco na hora de se certificar que a seguradora irá cumprir com o firmado em contrato no caso de uma emergência. Portanto, sempre procure falar com corretores cadastrados na SUSEP.

Quais são os diferentes tipos de seguro residencial?

Para atender uma cartela cada vez maior de clientes, os executivos da área sabem que o conceito de moradia está em constante mudança, e oferecem cobertura para os perfis mais variados. Podemos então falar sobre tipos de seguro residencial de 2 maneiras diferentes:

Seguro residencial para o locador e locatário

Tipo de seguro residencialResponsabilidade civilCobertura de objetos/móveisCobertura contra roubo/furtoCobertura de dano interiorCobertura de dano exterior
Seguro locadoryesyesyesyesyes
Seguro locatárioyesyesyesyesno
Diferentes coberturas para o locador e o locatário de um imóvel.

Diferente seguros para diferentes tipos de imóvel

  • Apartamento;
  • Casa de alvenaria, madeira ou mista;
  • Residências no meio urbano
  • Residências no meio rural;
  • Casas de veraneio.

Como funciona o seguro de residência?

A proteção ao imóvel é calculada com base no valor da estrutura física e também considera os bens que estão dentro da residência. O preço final da mensalidade e a cobertura oferecida pelo seguro irão depender das escolhas feitas pelo segurado no ato da contratação da apólice.

As indenizações são baseadas no valor estipulado no contrato do seguro. Vamos te dar um exemplo:

Se você solicita uma cobertura no valor de 500 mil reais, em caso de sinistro, esse será o valor que você vai receber da seguradora, independente de qualquer valorização posterior do imóvel.

As coberturas básicas são os chamados valores de entrada das seguradoras e em linhas gerais incluem incêndio, queda de raios, explosões e desmoronamentos. Mas essa cobertura pode ser muito mais ampla, é nesse momento que ocorre a personalização do seu contrato e você pode incluir coberturas que se encaixam melhor no seu perfil, como por exemplo:

  • Acidentes provocados por veículos que podem danificar seu imóvel;
  • Queda de aeronave;
  • Terremotos;
  • Responsabilidade civil, no caso de acidentes com terceiros dentro da residência.

Todos esses opcionais vão incidir no valor final da mensalidade, nessa hora pense bem: nem sempre o menor preço é o melhor negócio! O ideal é chegar ao melhor custo-benefício.

O que é o sinistro e como proceder?

Sinistro é a ocorrência de um evento que está previsto em uma apólice de seguro, ou seja, se a sua casa sofre algum dano que está descrito no seu contrato de seguro residencial, o seu corretor ou a sua seguradora precisam ser imediatamente acionados, é esse primeiro contato que vai dar início ao seu pedido de indenização e posterior ressarcimento dos bens danificados.

Siga aqui um passo a passo sobre como proceder:

  1. Entre em contato com a seguradora ou o corretor do seu seguro residencial.
  2. Providencie todos os documentos necessários para o processo.
  3. Acompanhe a análise do sinistro.

Deixe uma cópia da sua apólice guardada em local seguro e conhecido, e mais importante que isso é saber quais são as situações previstas na apólice que te dão direito à cobertura.

Veja abaixo uma relação dos documentos que podem ser pedidos:

SituaçõesDocumentos
Subtração de bens
  • Carta do segurado descrevendo o sinistro.
  • Orçamentos de reparo ou reposição dos bens com valores detalhados.
  • Declaração informando a existência ou não de outras apólices para o mesmo bem ou local segurado.
  • Dados bancários do favorecido para crédito de eventual indenização.
  • Boletim de Ocorrência Policial.
  • Relação detalhada dos bens e os respectivos comprovantes de preexistência.
Danos eletricos
  • Carta do segurado descrevendo o sinistro.
  • Orçamentos de reparo ou reposição dos bens com valores detalhados.
  • Declaração informando a existência ou não de outras apólices para o mesmo bem ou local segurado.
  • Dados bancários do favorecido para crédito de eventual indenização.
  • Laudo técnico, atestando a causa e extensão dos danos.
Vendaval, furacão e outros
  • Carta do segurado descrevendo o sinistro.
  • Orçamentos de reparo ou reposição dos bens com valores detalhados.
  • Declaração informando a existência ou não de outras apólices para o mesmo bem ou local segurado.
  • Dados bancários do favorecido para crédito de eventual indenização.
Impacto de veículos
  • Carta do segurado descrevendo o sinistro.
  • Orçamentos de reparo ou reposição dos bens com valores detalhados.
  • Declaração informando a existência ou não de outras apólices.
  • Dados bancários do favorecido para crédito de eventual indenização.
  • Dados do terceiro causador, como nome, endereço e documentos.
  • Boletim de Ocorrência Policial.
Incêndio, explosão ou fumaça
  • Carta do segurado descrevendo o sinistro.
  • Orçamentos de reparo ou reposição dos bens com valores detalhados.
  • Declaração informando a existência ou não de outras apólices para o mesmo bem ou local segurado.
  • Declaração informando a existência ou não de outras apólices para o mesmo bem ou local segurado.
  • Dados bancários do favorecido para crédito de eventual indenização.
  • Certidão do Corpo de Bombeiros.
  • Boletim de Ocorrência Policial e/ou laudo do Instituto de Criminalística.
Documentos que podem ser pedidos pela seguradora.

É no momento do sinistro que o segurado pode se deparar com a franquia, que é o valor referente à parte do prejuízo que deverá ser pago pelo contratante. Essa é uma questão que precisa ser muito bem observada no momento de fechar um contrato de seguro residencial, porque se os danos no imóvel forem menores ou iguais ao valor da franquia, a seguradora não indenizará o segurado.

Como cancelar um seguro residencial?

A iniciativa de cancelar um seguro residencial pode partir tanto do segurado quanto da seguradora. Existe uma tabela específica da Susep* que determina o cálculo para a devolução da quantia paga pelo segurado, que levam em conta critérios de proporcionalidade.

As políticas de cancelamento de cada seguradora devem estar descritas, de forma clara, nas regras gerais do contrato. Por mais que existam diferenças entre os processos administrativos de cada empresa, os passos a seguir lhe mostrarão como cancelar o seu seguro:

  1. O cancelamento deve ser solicitado pelo segurado usando os canais de atendimento da seguradora ou através de um contato com o corretor que intermediou a negociação.
  2. Tenha em mãos estes documentos: CPF do titular do seguro e Número da apólice que deseja cancelar.
  3. Assine o endosso de cancelamento do seguro.
  4. O segurado recebe o endosso em um prazo que em torno de 15 dias úteis após o pedido de cancelamento.

Endosso pode ser estranha e pouco utilizada, mas isso nada mais é do que um documento que formaliza qualquer alteração feita nos termos do contrato. Toda vez que existe uma modificação em uma apólice é gerado um endosso, e em caso de cancelamento não é diferente.

Prazo (dias)Porcentagem do preço anual
1513%
3020%
4527%
6030%
7537%
9040%
10546%
12050%
13556%
15060%
16566%
18070%
19573%
21075%
22578%
24080%
25583%
27085%
28588%
30090%
31593%
33095%
34598%
365100%
*tabela Susep

Para que serve e quais os benefícios de um seguro residencial?

Tranquilidade e proteção a baixo custo. O seguro residencial tem uma flexibilidade de contrato e preço muito grande, sendo o contratante a decidir o tanto que terá de cobertura. 

A cobertura básica dos seguros residenciais também são grandes, normalmente já cobrindo tudo que muitas pessoas procuram e também oferecendo vários serviços e assistências extras para o contratante.

Engana-se então quem pensa que o seguro residencial é útil apenas no caso de grandes prejuízos, como um destelhamento, ou queda de paredes que comprometem a estrutura física de uma casa.

Ao adquirir um seguro residencial você está zelando pelo seu lar, pois se a torneira da pia da cozinha estiver vazando, o chuveiro estiver dando choque ou se você perdeu as chaves e não consegue entrar em casa, com apenas uma ligação você pode ter na sua residência um profissional habilitado para executar cada um desses serviços, sem pagar nada mais por isso.

SituaçãoSem seguroCom seguro
Perda de chaveR$ 40,00 a R$ 130,00R$ 0,00
Quebra de ar-condicionadoR$ 150,00 a R$ 900,00R$ 0,00
Pet doenteR$ 100,00 a R$ 350,00R$ 0,00
EncanadorR$ 150,00 a R$ 280,00R$ 0,00
EletricistaR$ 200,00 a R$ 300,00R$ 0,00
VidraceiroR$ 120,00 a R$200,00R$ 0,00
Custo de serviços com e sem um seguro residencial.

Isso se traduz em cuidado com o seu lar e com a qualidade de vida de todos aqueles que moram na sua casa. Aquele vidro quebrado, ou aquela torneira pingando não farão mais parte da sua realidade, e se o prejuízo for maior, você terá uma cobertura completa, 24 horas por dias, sete dias por semana.

O que é coberto ou não em um seguro residencial?

Veja abaixo uma lista das coberturas já inclusas no seu seguro residencial básico e exemplos do que pode ser contratado:

CoberturaBásicaOpcionalPremium
Responsabilidade civilyesyesyes
Incêndiosyesyesyes
Explosãoyesyesyes
Queda de aeronaveyesyesyes
Queda de raioyesyesyes
Danos eletricosnoyesyes
Perda de aluguelnoyesyes
Quebra de vidronoyesyes
Roubo ou furtonoyesyes
Vendavalnoyesyes
Granizonoyesyes
Impacto de veículonoyesyes
Franquia do automóvelnonoyes
Paisagismononoyes
Pequeno empreendedornonoyes
Rompimento de tubulaçãononoyes
Garagemnonoyes
Riscos e coberturas dos seguros residenciais.

Todos os nossos artigos sobre seguro residencial.

O conteúdo dos comentários é necessário
Seu nome é obrigatório